terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

O que é ser homem?

          A enquete que realizamos apontou "Saúde Masculina" como o assunto preferido de nossos leitores, seguido de Teologia, Vida Cristã e Assuntos Diversos. No geral, estaremos tratando de tudo um pouco e aguardando seu comentário. 
          Hoje nosso bate-papo vai girar em torno de uma questão que mexe com a cabeça de 99,9% dos homens ao longo da vida: O que é ser homem?
       Em um tempo onde tipos e modelos de homens são apresentados de forma tão profusa, estabelecer e firmar uma identidade masculina é um processo complexo pois está vinculado a um sem número de outros fatores como, por exemplo, a cultura, a educação doméstica e escolar, os referenciais masculinos que tivemos na infância e na adolescência, aquilo que é exposto na mídia com sua respectiva carga conceitual e que nos é repassado diariamente, enfim, não há como simplesmente dizer "nasceu macho, tem que ser homem!", como uma determinação biológica que nunca sofresse variações.
          O pensamento humano, desvinculado de outros conceitos que transcendem a esfera do conhecimento secular e deste mundo tridimensional, alcança ideias bastante restritas acerca do masculino e dos papéis que necessariamente deveria exercer nos relacionamentos e nas situações cotidianas no decorrer da vida. E isso ocorre pelo fato do homem, enquanto criatura, ser consequência de um projeto original, específico e dotado de tal versatilidade, que permite infinitas individualidades em um só modelo.
          Mesmo que nosso leitor não seja afeito à Teologia ou descreia do Criacionismo, entendo que é inconcebível a ideia de que um ser de tamanha complexidade, capaz de criar, sentir, elaborar conceitos, julgar fatos, desenvolver valores e consciente do mundo a sua volta (sem falar de aspectos espirituais), possa ter surgido de uma "feliz coincidência" no arranjo das ligações perfeitas de seu DNA
           Assim, partindo do pressuposto que o homem não é um acaso, uma composição fortuita de carbono e outros elementos, é possível pensá-lo como "criatura", resultante da ação de um "Criador", ou biblicamente, "imagem e semelhança de Deus", ainda que muitos não creiam nessa possibilidade. 
          Vale ressaltar que o propósito desta postagem, não é discutir a existência ou não de um Ser Supremo, criador de todas as coisas, ou entre teorias quanto à origem do homem. Todavia, se o homem é produto da criação divina, fica fácil entender que o Criador estabeleceu um padrão elementar, ou seja, um conjunto de características pré-determinadas e uma série de recomendações quanto ao caráter e às atitudes, as quais devem ser observadas pelos nascidos com sexo masculino. 
          E esse é o cerne de nossa postagem. Não acreditamos que o conceito de homem não pode ser simplesmente confundido com o de macho, pois a macheza de um varão deve estar necessariamente implícita na ideia mais completa do ser homem
          Ser homem é algo mais do que ser macho. O macho é um aspecto, pode-se dizer, meramente animal, instintivo, sexual, do qual os animais, em sua maioria, são dotados. Entretanto, ser homem implica em formas de pensar e agir, específicas, que ultrapassam a esfera da satisfação das necessidades humanas básicas, mas alcançam dimensões superiores da existência. 
          Ser homem não fala de virilidade despropositada, de sexo inconsequente, de encarnar a figura de um femeeiro, como quadrúpede garanhão que "cobre" a fêmea pelo simples fato dela ser uma fêmea. Contudo, o verdadeiro homem não se pode medir pelo tamanho ou pelo uso que faz de sua genitália. Percebe-se pela forma como compreende e trata as mulheres que permeiam sua vida, buscando oferecer a elas respeito, dignidade, afeto.
          Ser  homem não fala de ser o gerador ou patricarca de uma grande prole, mas de ser:
  •  o sacerdote do lar, que conduz a família à presença de Deus, ensina-lhes as Escrituras Sagradas e intercede por cada um de seus membros;
  •   o pastor vigilante, que alimenta suas ovelhas, conduz seu rebalho pelas estradas e o protege das feras vorazes
  • conselheiro amoroso, que adverte quanto aos perigos da vida, orienta quanto aos caminhos seguros, mas repreende e castiga quando necessário;
  • o companheiro fiel, que independente das circunstâncias, compartilha o sorriso de alegria, a efusão da vitória, porém, divide a lágrima de tristeza e o pesar da derrota;
  • o amigo leal, com quem se pode contar nos dias de sol radiante e nos dias de chuva fria.
          Ser homem é mais do que usar calça, ter barba ou bigode, falar grosso, ter músculos, ter pênis, testículos, próstata, "pomo de Adão". Vai além da aparência, do exterior, do físico: é algo que envolve corpo, alma e, sobretudo, espírito.
          Há muitas coisa para se falar acerca de um verdadeiro homem. Mas você pode nos ajudar. Responda a pergunta abaixo, comente, deixe seu recado.

Um forte abraço.
             
       
             
 


Um comentário:

  1. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
    Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir